Home / Conceitos Segurança Privada / Segurança Patrimonial Hospitalar – Segurança Patrimonial em Hospital

Segurança Patrimonial Hospitalar – Segurança Patrimonial em Hospital

Segurança Patrimonial Hospitalar Conceitos de Segurança Patrimonial Hospitalar

A Segurança Patrimonial Hospitalar é a atividade  de vigilância patrimonial desempenhada dentro de um ambiente hospitalar, com o objetivo de garantir a incolumidade física das pessoas e a integridade do patrimônio nas dependências do complexo hospitalar.

Em qualquer organização com grande fluxo de pessoas a segurança patrimonial  é um fator importante e dentro de um hospital não é diferente.

A Segurança Patrimonial é definida como sendo um conjunto de medidas e práticas de segurança, capazes de gerar um estado no qual, o patrimônio de uma organização esteja livre de danos, interferências e perturbações, com a finalidade de garantir a incolumidade física das pessoas e a integridade do patrimônio.

A  atividade de segurança patrimonial em um hospital, requer medidas de segurança apropriadas as caraterísticas de um ambiente hospitalar.

A segurança deve ser forte o suficiente a ponto de inibir o cometimento de ato ilícitos e flexível o suficiente para propiciar um ambiente acolhedor.

Importância da Segurança Patrimonial Hospitalar

O aumento da criminalidade no País tem atingido também as organizações hospitalares.

O hospitais públicos ou privados, sofrem diariamente diversas ações criminosas, que na maioria das vezes não são divulgadas.

Os administradores, com objetivo de preservar a imagem da organização hospitalar, optam por manter as ocorrências em sigilo.

Mesmo assim, esporadicamente os meios de comunicação divulgam noticias de eventos, relacionados a segurança patrimonial hospitalar, que de maneira direta ou indireta, causam danos materiais/financeiros ou de imagem as organizações hospitalares.

A atuação da segurança patrimonial dentro de hospitais é uma atividade  complexa e exige planejamento adequado e profissionais bem qualificados e  motivados para suas tarefas.

A segurança patrimonial em ambientes hospitalares tem como principal função a execução dos  procedimentos de controle de acesso no perímetro  e nas áreas  internas.

Também pode ser acionada para atuar em caso  de  conflitos, onde sua atuação deve ser  rápida e eficaz , tendo sempre uma postura firme, observando os princípios de humanização e hospitalidade.

Objetivo da Segurança Patrimonial Hospitalar

  • Controlar o fluxo de pessoas e materiais  no complexo hospitalar;
  • Proteger as pessoas que trabalham, utilizam os serviços e frequentam o estabelecimento hospitalar;
  • Proteger os bens da organização hospitalar, de colaboradores e terceiros que frequentam o local;
  • Propiciar uma sensação  de  segurança para os colaboradores e usuários  do hospital;
  • Contribuir na busca de um ambiente hospitalar mais seguro e saudável;
  •  Proporcionar maior tranquilidade para os pacientes, visitantes, funcionários e prestadores de serviço.

Atividades da Segurança Patrimonial Hospitalar

O hospital é uma organização complexa e envolve trabalhos de hotelaria, lavanderia, serviços médicos, restaurantes, atendimento ao publico etc.

O fluxo de pessoas é intenso e variado, envolve  pessoas de varias culturas e poder aquisitivo, que vão de pacientes a visitantes,  de médicos e enfermeiros  a prestadores de serviços de diversas especialidades.

Os riscos a segurança patrimonial envolvem casos de furtos de medicamentos, furtos de materiais, desaparecimento de  pacientes, roubo de crianças e até assassinatos.

Para garantir a segurança do complexo hospitalar a segurança patrimonial desempenha varias atividades, de acordo com as características do local.

Dentre  as principais atividades desenvolvidas pela equipe de segurança patrimonial hospitalar estão:

  • Controle de acesso de colaboradores, fornecedores, pacientes, acompanhantes e visitantes;
  • Controle de estacionamentos internos e externos;
  • Atuação diante de emergências;
  • Intervenção em casos de conflitos
  • Pronta resposta em casos  de ações criminosas;
  • Rondas periódicas periféricas e internas;
  • Controle de chaves e de crachás;
  • Serviço de orientação ao cliente;
  • Atendimento ao público em geral.

Sistema Integrado de Segurança Patrimonial Hospitalar

Para que a segurança patrimonial possa atingir seus objetivos, se  faz  necessário um planejamento da segurança voltado para um Sistema Integrado de Segurança Patrimonial.

Um Sistema Integrado de Segurança corresponde a um conjunto  de medidas de segurança interligadas de forma que uma de suporte a outra.

As medidas de segurança a  serem implementadas dependem  da necessidade de segurança do  estabelecimento identificadas no processo de  Identificação, analise  e avaliação de riscos  do local.

Um ambiente hospitalar possui muitas vulnerabilidades que devem ser identificadas a tratadas  a fim de bloquear  ameças potenciais.

Os riscos a segurança patrimonial de um hospital são diversos e  requerem medidas especificas e planejadas para seu controle.

Medidas de Segurança  Patrimonial Hospitalar

As medidas de segurança a serem implantadas estarão diretamente relacionadas  as necessidades especificas   de segurança do estabelecimento hospitalar, das  caracterizas do local  e das disponibilidade  de recursos financeiros.

Elas  podem ser dividias de acordo com suas  características  e aplicabilidade nos seguintes grupos:

  • Medidas Organizacionais ou Administrativas
  • Medidas de Segurança Física;
  • Medidas de Segurança Eletrônica;
  • Medidas de Inteligencia.

A. Medidas Organizacionais ou Administrativas

São as medidas  administrativas necessárias para a organização, orientação e  funcionamento  da segurança patrimonial.

B. Medidas de Segurança Física

Medidas de segurança adotadas explorando se os meios físicos, por meio  de  barreiras físicas de proteção em torno de um perímetro previamente delimitado, a fim de controlar e administrar o acesso ao referido perímetro.

Compreende o uso de:

Se caracteriza pelo uso de medidas de segurança física que se apresentam como um obstáculo a progressão física de um indivíduo tais como:

  • Alambrados;
  • Muros;
  • Grades;
  • Cercas vivas;
  • Portarias, guaritas e postos de vigilância e controle de acesso;
  • Vigilantes.

B. Medidas de Segurança Eletrônica

Pode ser compreendido como sendo o emprego de equipamentos eletrônicos, de forma integrada e sistematizada com o objetivo de garantir a segurança e a integridade das pessoas e bens materiais.

Na atualidade a segurança eletrônica é um recurso indispensável nas atividades da segurança privada.

Dentre os diversos recursos disponíveis podemos citar:

C. Medias de Inteligência

São atividades especializadas voltadas para a identificação, acompanhamento e avaliação de ameaças reais ou potenciais, bem como para a obtenção, a produção e a salvaguarda de conhecimentos, informações e dados que subsidiem as atividades de segurança da organização.

São consideradas atividades de inteligência:

  •  Processos de Avaliação de Riscos;
  • Acompanhamento e investigações atitudes de suspeitas;
  • Investigação de denuncias;
  • Monitoramento de ações criminosas
  • Trocas de informações com organização de segurança pública ou privada parceiros;

A segurança da organização hospitalar deve ser elaborada dentro de procedimentos e critérios que visem garantir a integridade física de bens e pessoas e a funcionalidade do hospital.

O sucesso e a funcionalidade de qualquer sistema de segurança hospitalar  dependera do grau de envolvimento, cooperação e participação do público interno, que precisa ser ser inserido nas medidas de segurança patrimonial estabelecidas e estimulados a participar.

 

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

Sobre José Sérgio Marcondes

Especialista em Segurança Privada – CES
Consultor em Segurança Privada

2 Comentários

  1. Izael Mendes de Freitas Filho

    Em minha experiência profissional como Gestor de Segurança Patrimonial Hospitalar, desenvolvi na equipe um treinamento: a segurança do paciente, desde da entrada (recepção) e a saída do paciente (alta hospitalar). A instituição onde trabalhava tem esta Politica da Segurança do Paciente e esta política foi desenvolvida em conjunto com o Setor da Qualidade para melhorar a excelência no Atendimento Hospitalar. Meus parabéns, um excelente artigo!

    • José Sérgio Marcondes

      Ola Izael Mendes,
      Obrigado pelo seu comentário, que com certeza enriquece o conteúdo do artigo.
      Forte abraço e sucesso na sua carreira!

Deixe um comentário...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.