Home / Conceitos Segurança Privada / SEGURANÇA CORPORATIVA: O QUE É? CONCEITOS, OBJETIVOS

SEGURANÇA CORPORATIVA: O QUE É? CONCEITOS, OBJETIVOS

SEGURANÇA CORPORATIVA: O QUE É? CONCEITOS, OBJETIVOS1. O QUE É  SEGURANÇA CORPORATIVA?

A segurança corporativa é um conjunto de medidas de segurança empresarial e de governança corporativa, destinadas a proteger os ativos tangíveis e intangíveis de uma Corporação, contra ameaças decorrentes de ações intencionais ou acidentais, visando garantir a continuidade dos negócios da Organização.

A segurança empresarial envolve diversas áreas da corporação, as mais comuns são: segurança patrimonial, segurança do trabalho e Tecnologia da  Informação, entre outras.

A governança corporativa  envolve um conjunto de processos, costumes, políticas, procedimentos, normas, regulamentos   que regulam a maneira como uma empresa é dirigida, administrada ou controlada.

As práticas de governança corporativa  balizam o comportamento  ético da empresa e de seus colaboradores frente ao mercado de atuação.

A segurança corporativa abrange a corporação como um todo, sob todos os aspectos: humanos, materiais, tecnológicos, informacionais, administrativos, financeiros, entre outros.

ORGANIZAÇÃO DA SEGURANÇA CORPORATIVA

2. O QUE É CORPORAÇÃO?

Corporação, pode ser definida  com sendo um grupo de pessoas que agem como se fossem um só corpo, uma só pessoa as quais buscam alcançar seus objetivos e metas.

As empresas, são exemplos de corporações, constituídas por colaboradores, onde cada qual exerce suas atividades com intuito de atingir um objetivo comum.

3. IMPORTÂNCIA DA SEGURANÇA  CORPORATIVA

Atualmente, com o aumento da competitividade, as corporações buscam cada vez mais melhorar seus resultados e seus lucros.

Nesse aspecto, a segurança corporativa vem se firmando como um novo diferencial competitivo, sendo considerada por muitas companhias como uma área de apoio indispensável para o crescimento e administração dos negócios.

A segurança corporativa exerce forte influência e possui grande responsabilidade na existência e continuidade dos negócios, atuando com medidas indispensáveis que visam salvaguardar todo o patrimônio.

Investir em segurança corporativa traz maior proteção ao capital das corporações, pode ajudar a reduzir perdas de materiais e de informações, bem como preservar a imagem das organizações perante investidores e clientes.

4. RISCOS NA SEGURANÇA CORPORATIVA

No que tange a visão corporativa, o conceito de Risco torna-se muito mais abrangente.

Risco pode ser definido simplesmente como a probabilidade concreta de uma ameaça, originada da exploração de uma vulnerabilidade, vir a causar perdas ou danos a um ativo ou grupo de ativos de uma organização.

Os riscos são determinados pela combinação de ameaças, vulnerabilidades e perda de valores dos ativos.

Valores esses mensurados com base no impacto dos ativos aos negócios da organização.

As perdas podem ser financeira, material, humana, intelectual e moral, e podem ser mensuradas, valoradas e estimadas numericamente.

4.1 RISCOS CORPORATIVOS

  •  Acesso não autorizada em sistemas informatizados;
  • Acidentes, doenças ocupacionais;
  • Alcoolismo e drogas no ambiente de trabalho;
  • Assalto, furto, roubo;
  • Contaminações relacionadas ao meio ambiente;
  • Contaminações;
  • Espionagem, sabotagem e chantagem;
  • Fraude;
  • Greves e paralisações;
  • Incêndios;
  • Sequestros;
  • Terrorismo;
  • Etc.

5. DECLARAÇÃO DE SEGURANÇA CORPORATIVA

Documento oficial da corporação que tem  a intenção de  oferecer um breve resumo das medidas de segurança  e administrativas mantidas pela organização  no que refere a segurança corporativa.

A corporação deve implementar políticas, controles e procedimentos de segurança empresarial e de governança corporativa, assim como recursos adequados para a organização formal de sua Segurança Corporativa.

Devem fazer parte da declaração de segurança corporativas os itens a seguir, entre outros:

  • Política de Segurança;
  • Procedimentos de Segurança e Governança;
  • Gestão de Ativos;
  • Segurança de Recursos Humanos;
  • Segurança Física e Ambiental;
  • Gestão de Comunicações e Operações;
  • Controle de Acessos Físicos e Lógicos;
  • Gestão de Incidentes de Segurança 
  • Gestão de Continuidade dos Negócios
  • Etc

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

Sobre José Sérgio Marcondes

Especialista em Segurança Privada - CES Consultor em Segurança Privada

Veja Também

Câmeras de Segurança IP – O Que é? Como Funciona?

O Que são Câmeras de Segurança IP?ÍndiceO Que são Câmeras de Segurança IP?Componentes Básicos Câmeras ...

6 Comentários

  1. Muito Bacana!

  2. Gerson Lopes de Araujo.

    a estrutura de vocês é de deixar admirado.

  3. JOSE WALTER DA SILVA SOUZA

    Excelente, os modos pelos quais estão citados o assunto do referido tema… Parabéns !!!

Deixe um comentário...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.