Home / Gestão de Processos Segurança / Princípios Gestão Risco Segurança Privada, Patrimonial

Princípios Gestão Risco Segurança Privada, Patrimonial

Princípios Gestão Risco Segurança Privada,
Figura 1 – Princípios Gestão Risco Segurança Privada

Para a gestão de riscos na segurança ser eficaz, convém que uma organização, em todos os níveis, atenda alguns Princípios Gestão Risco Segurança Privada

Os princípios passados nesse artigo seguem as recomendações  e diretrizes da  NORMA ISO 31000 – Gestão de Riscos elaborada pela Comissão de Estudo Especial de Gestão de Riscos (CEE-63).

Princípios Gestão Risco Segurança Privada

1) A gestão de riscos visa a proteção dos bens patrimoniais da organização.

Como bens patrimoniais devemos considerar os ativos tangíveis (recursos humanos, materiais, tecnológicos, de informações financeiros e ativos intangíveis (reputação, imagem, confiabilidade etc).

2) A gestão de riscos é parte integrante de todos os processos organizacionais.

A gestão de riscos não é uma atividade autônoma separada das principais atividades e processos da organização. A gestão de riscos faz parte das responsabilidades da administração e é parte integrante de todos os processos organizacionais, incluindo o planejamento estratégico e todos os processos de gestão de projetos e gestão de mudanças.

3) A gestão de riscos é parte da tomada de decisões.

A gestão de riscos auxilia os tomadores de decisão, a fazer escolhas conscientes, priorizar ações e distinguir entre formas alternativas de ação.

4) A gestão de riscos aborda explicitamente a incerteza.

A gestão de riscos explicitamente leva em consideração a incerteza, a natureza dessa incerteza, e como ela pode ser tratada.

5) A gestão de riscos é sistemática, estruturada e oportuna.

Uma abordagem sistemática, oportuna e estruturada para a gestão de riscos contribui para a eficiência e para os resultados consistentes, comparáveis e confiáveis.

6) A gestão de riscos baseia-se nas melhores informações disponíveis.

As entradas para o processo de gerenciar riscos são baseadas em fontes de informação, tais como dados históricos, experiências, retroalimentação das partes interessadas, observações, previsões, e opiniões de especialistas. Entretanto, convém que os tomadores de decisão se informem e levem em consideração quaisquer limitações dos dados ou modelagem utilizados, ou a possibilidade de divergências entre especialistas.

7) A gestão de riscos é feita sob medida.

A gestão de riscos está alinhada com o contexto interno e externo da organização e com o perfil do risco.

8) A gestão de riscos considera fatores humanos e culturais.

A gestão de riscos  considera a cultura da organização e de  seus colaboradores em todo seu processo

9) A gestão de riscos reconhece as capacidades, percepções e intenções do pessoal interno e externo que podem facilitar ou dificultar a realização dos objetivos da organização.

A gestão de riscos consideração as opiniões,  posições e comportamentos divergentes das pessoas interna e externas

10) A gestão de riscos é transparente e inclusiva

O envolvimento apropriado e oportuno de partes interessadas e, em particular, dos tomadores de decisão em todos os níveis da organização assegura que a gestão de riscos permaneça pertinente e atualizada.

O envolvimento também permite que as partes interessadas sejam devidamente representadas e terem suas opiniões levadas em consideração na determinação dos critérios de risco.

11) A gestão de riscos é dinâmica, iterativa e capaz de reagir a mudanças.

A gestão de riscos continuamente percebe e reage às mudanças. Na medida em que acontecem eventos externos e internos, o contexto e o conhecimento modificam-se, o monitoramento e a análise crítica de riscos são realizados, novos riscos surgem, alguns se modificam e outros desaparecem.

12) A gestão de riscos facilita a melhoria contínua da organização.

Convém que as organizações desenvolvam e implementem estratégias para melhorar a sua maturidade na gestão de riscos juntamente com todos os demais aspectos da sua organização.

 

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

 

Sobre José Sérgio Marcondes

Especialista em Segurança Privada – CES
Consultor em Segurança Privada

Deixe um comentário...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.