Home / Gestão de Processos Segurança / Políticas Organizacionais: O que são? Conceitos, Definições e Tipos

Políticas Organizacionais: O que são? Conceitos, Definições e Tipos

Políticas Organizacionais: Conceitos, Definições e TiposO que são Políticas Organizacionais? 

As Políticas Organizacionais são guias orientadoras que balizam as ações para o atingimento das metas e objetivos estabelecidos para a organização. São orientações formais que facilitam e servem de base para a tomada de decisões em qualquer nível dentro da organização.

As políticas são desenvolvidas no planejamento tático das organizações e funcionam como guias gerais de ação.

As políticas corporativas geralmente refletem um objetivo e orientam as pessoas em direção a esse objetivo em situações que requeiram algum julgamento.

As políticas servem para que as pessoas façam escolhas semelhantes ao se defrontarem com situações similares.

As políticas corporativas são manuais constituídos de diretrizes baseadas nos objetivos organizacionais e visam oferecer rumos para as pessoas dentro da organização.

As políticas definem limites ou fronteiras dentro dos quais as pessoas podem tomar suas decisões. Elas reduzem o grau de liberdade para a tomada de decisão dos colaboradores da organização.

Variedade de Políticas Organizacionais

As organizações em geral definem uma variedade de políticas como:

  1. Políticas de Recursos Humanos;
  2. Políticas de Vendas;
  3. Políticas de Produção;
  4. Políticas de Créditos.
  5. etc.

Cada uma dessas políticas geralmente é desdobrada em políticas mais detalhadas:

  • As políticas de recursos humanos são divididas em políticas de seleção, de remuneração, de benefícios, de treinamento, de segurança, de saúde etc.
  • As políticas de vendas são divididas em políticas de atendimento ao cliente, de pós-vendas, de assistência técnica, de garantia etc.

Em cada política, a organização especifica como os funcionários deverão se comportar frente ao seu conteúdo.

Funções das Políticas Organizacionais

 Richard Hobart  Buskirk, em 1971, listou cinco funções básicas das políticas organizacionais:

1. Uniformidade do comportamento na organização

A política facilita a uniformização dos comportamentos dentro da organização, possibilitando que pessoas e departamentos produzam resultados semelhantes.

2. Continuidade das decisões

As políticas são elaborados tendo em vista o longo prazo, proporcionado estabilidade e uniformidade das decisões.

As decisões tendem a seguir uma direção definida fornecendo à organização estabilidade na busca de seus objetivos.

3. Sistema de comunicação

Por meio de políticas, a alta administração consegue transmitir aos funcionários suas expectativas.

Integrantes novos percebem com mais facilidade e clareza as intenções e comportamentos esperados dentro da organização.

4. Facilitador na tomada de decisão

A política é “uma decisão tomada antecipadamente” (BUSKIRK, 1971:146).

Uma vez estabelecida  a política, é esperado que, em toda situação por ela contemplada, sejam aplicadas suas determinações, de forma a evitar a necessidade de  consulta a direção da organização sobre a medida a ser adotada.

A política propõe procedimentos ou linhas de pensamento que diminuam o volume de decisões da direção e facilitem o processo através de respostas-padrão.

5. Proteção contra pressões imediatistas

Como as políticas se fundamentam no longo prazo, suas definições previnem os gestores de negligenciar aspectos estratégicos em favor de interesses imediatos.

As políticas forçam os gestores a seguirem o planejamento estratégico da organização.

Tipos de Políticas Organizacionais

Classificação da política quanto ao escopo:

Política de negócio:  As políticas de negócio lidam com o dia-a-dia dos responsáveis pelas linhas de produtos. Elas estreitam o campo de alternativas na tomada de decisão operacional, enfatizando o papel de facilitador nesta tarefa.

Política corporativo: diz respeito à estrutura da alta administração à qual as unidades de negócio se reportam. as políticas corporativas refletem a natureza da organização.

Classificação quanto à clareza

Políticas Explícitas: são escritas e formalizadas em documentos, como carta magna, manual de princípios, regimento interno, ou outros semelhantes.

Políticas Implícitas: são orientações não redigidas. As suas fontes são tradições, usos e costumes da organização, consolidados pela repetição, refletindo parte da cultura organizacional.

Classificação quanto às pessoas afetadas

Owens (1954) sugere ainda outra forma de classificar a política: interna ou externa, segundo as pessoas por ela afetadas.

Políticas internas: são aquelas que orientam e regulam os relacionamentos entre os funcionários da organização, a exemplo de programas de carreira e de treinamento, produção, entre outras.

Políticas Externas: Incidem em maior número dentro de áreas e departamentos que estabelecem maior contato com os diferentes públicos externos, como clientes, fornecedores, governos e intermediários.

Conclusão

A política organizacional propicia maior facilidade para delegação de autoridade do diretor presidente para seus diretores, e destes para os demais níveis da gestão organizacional, até o nível operacional.

A política organizacional favorece a descentralização de poder e de decisão porque dá ao superior a segurança de que sua equipe terá orientação para as suas tarefas e tomadas de decisões.

A política organizacional formalizada fortalece a capacidade de iniciativa e decisão do empregado, pois ele poderá tomar algumas decisões sabendo que elas contarão com o apoio e aprovação de seus superiores, já que foram baseadas nas políticas da organização.

 

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

 

Sobre José Sérgio Marcondes

Especialista em Segurança Privada – CES
Consultor em Segurança Privada

Deixe um comentário...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.