Home / Conceitos de Gestão / Planejamento Operacional: O que é? Conceitos, Definição

Planejamento Operacional: O que é? Conceitos, Definição

Planejamento Operacional: O que é? Conceitos, DefiniçãoO que é Planejamento Operacional? 

O planejamento operacional visa resultados de curto prazo e envolve cada uma das tarefas ou operações realizadas pelos colaboradores necessárias para o atingimento dos objetivos da organização.

Esta voltado para “o que fazer” e em “como fazer” as atividades e  tarefas rotineiras  da organização. Refere-se especificamente às tarefas e operações realizadas no nível operacional da organização.

O planejamento operacional é um dos tipos de planejamentos necessário para o bom desempenho organizacional.

O planejamento operacional está voltado para a otimização dos meios e maximização de resultados.

O planejamento operacional é formado por planos operacionais de acordo com as atividades de cada área da  organização.

O grau de detalhamento do plano operacional dependerá da sua aplicação e de necessidades específicas da tarefa abordada.

Os planos operacionais cuidam das atividades rotineiras da organização, assegurando que os colaboradores  executem suas tarefas e operações de acordo com o estabelecido pela organização, a fim de que os objetivos propostos possam ser atingidos.

O planejamento operacional  esta focado na eficiência (ênfase nos meios), enquanto que os planejamentos estratégicos e táticos estão focados na eficácia (ênfase nos fins).

Classificação dos planos operacionais

1 – Procedimentos

O procedimento é uma seqüência de tarefas ou passos que devem ser rigorosamente executados para a
execução de uma atividade.

Constitui uma sequência de passos detalhados indicando como cumprir uma tarefa ou alcançar um objetivo previamente estabelecida. 

São geralmente escritos de forma a permitir a perfeita compreensão daqueles que devem utilizá-los.

Os procedimentos constituem guias para a ação e são mais específicos do que as políticas organizacionais. Enquanto as políticas são guias para pensar e decidir, os procedimentos são guias para fazer.

Os procedimentos procuram dirigir todas as atividades da organização para objetivos comuns, a impor consistência a organização e eliminar custos de verificações recorrentes.

Métodos para executar as atividades rotineiras

Os procedimentos são geralmente transformados em rotinas e expressos na organização na forma de fluxogramas.

Fluxogramas são gráficos que representam o fluxo ou a seqüência de procedimentos ou rotinas para  execução de uma atividade.

Outra forma de se descrever uma rotina operacional é o check-list ou lista de verificação.

Chec-list Lista de verificação. Constitui uma listagem de itens que devem ser obrigatoriamente considerados em uma determinada rotina de trabalho.

O check-list  serve como roteiro  a ser seguido para cobrir toda a seqüência de uma tarefa sem omissão de qualquer detalhe que possa prejudicar sua conclusão.

2 – Orçamentos

São planos operacionais relacionados ao orçamento financeiro de um departamento da organização dentro de um determinado período de tempo. 

No nível operacional, os orçamentos têm geralmente a extensão de um ano, correspondendo ao exercício fiscal da organização.

O planejamento orçamentário pode ser confeccionado também para execução de uma serviço ou atividade específico.

3 – Programas

Programas constituem planos operacionais relacionados com o tempo. Consistem em planos que correlacionam duas variáveis: tempo e atividades que devem ser executadas ou realizadas.

Os métodos de programação variam amplamente, indo desde programas simples até programas complexos.

A programação, seja simples ou complexa, constitui uma importante ferramenta de planejamento no nível operacional das organizações e são expressos geralmente em cronogramas

4 – Regras e regulamentos

Regras e regulamentos são planos operacionais relacionados com o comportamento desejado para às pessoas da organização.

Descrevem como as pessoas devem comportar-se em determinadas situações relacionadas a organização.

Geralmente especificam o que as pessoas devem ou não devem fazer e o que elas podem fazer.

As regras e regulamentos são diferentes das políticas organizacionais pelo fato de serem bastante específicos.

Tem o objetivo de substituir o processo decisorial individual, restringindo geralmente o grau de liberdade das pessoas em determinadas situações previstas previamente pela organização.

 

O foco do planejamento operacional é basicamente com “o que fazer” e com o “como fazer”, ele está voltado para a otimização e maximização de resultados departamentais.

O planejamento operacional direciona, disciplina e regula os comportamento e atividades das pessoas para o atingimento do objetivo organizacional.

 

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

Sobre José Sérgio Marcondes

Especialista em Segurança Privada – CES
Consultor em Segurança Privada

Deixe um comentário...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.