Home / Conceitos de Gestão / Organização Como Função Administrativa: Conceitos e Definições

Organização Como Função Administrativa: Conceitos e Definições

Organização Como Função AdministrativaO que é organização como função administrativa?

A organização como função administrativa pode ser conceituada como sendo o estabelecimento de uma estrutura formal de autoridade e atividades mediante a qual  se apoiam as fases e métodos de trabalho para se atingir um objetivo.

Normalmente em nossas casas, temos cada coisa no seu devido lugar, seja na sala, cozinha, em cada quarto: tudo é organizado de uma maneira lógica e racional.

Também nas organizações as pessoas, os recursos materiais e administrativos, precisam ser alocados e arranjados de acordo com as suas funções, de uma maneira lógica e racional.

Conceitos e definições de organização

A organização como função administrativa complementa a função de planejamento, tendo em vista que, para atingir os objetivos e metas, as organizações devem preparar uma estrutura interna de modo a se tornarem eficientes no desempenho das tarefas necessárias para o cumprimento da sua missão.

Organização Como Função Administrativa

A organização é a função administrativa que se incumbe de identificar, organizar e agrupar as atividades necessárias para se atingir os objetivos da empresa.

O agrupamento das atividades envolve a reunião de pessoas e recursos materiais e administrativos.

Assim, a organização precisa lidar com pessoas e relações de autoridade e responsabilidade.

Para que os objetivos sejam alcançados, o planejamento possa ser executado e as pessoas possam trabalhar eficientemente, as atividades precisam ser adequadamente agrupadas e a autoridade convenientemente distribuída.

A organização tem como base a formação de equipes de trabalho e o trabalho em equipe.

Objetivos da Organização

A organização como função administrativa serve para:

  • agrupar e estruturar todos os recursos disponíveis na organização;
  • agrupar as pessoas para que estas trabalhem melhor em conjunto;
  • permitir o alcance dos objetivos almejados da melhor forma possível.

A organização é necessária porque o trabalho empresarial a ser realizado é impossível para uma só pessoa.

Princípios Básicos da Organização

A organização administrativa deve basear-se em cinco princípios de organização:

a) Princípio da Especialização

A organização deve fundamentar-se na divisão do trabalho que provoca a especialização das pessoas em determinadas atividades.

A especialização produz um incremento da quantidade e qualidade de trabalho executado.

b) Princípio da Definição Funcional

O trabalho de cada pessoa, a atividade de cada órgão e as relações de autoridade e responsabilidade são aspectos que devem ser claramente definidos por escrito.

As empresas geralmente utilizam o organograma, a descrição do cargo ou o Manual de Organização para atender ao princípio da definição funcional.

O importante é deixar claro a posição de cada pessoa ou departamento na estrutura organizaciona.

c) Princípio da Paridade da Autoridade e Responsabilidade

A autoridade é o poder de dar ordens e exigir obediência ao subordinado.

A responsabilidade é o dever de prestar contas ao superior.

O princípio da Paridade salienta que deve haver uma correspondência entre o volume de autoridade e de responsabilidade atribuído a cada pessoa ou departamento.

Essa equivalência é necessária para evitar que certas pessoas ou departamentos tenham excessiva responsabilidade sem a necessária autoridade ou demasiada autoridade para muito pouca responsabilidade.

A cada responsabilidade deve corresponder uma autoridade que permita realizá-la.

A cada autoridade deve corresponder uma responsabilidade equivalente.

A autoridade deve se basear em princípios da liderança para que se perpetue o bom relacionamento nas equipes.

d) Princípio Escalar

Cada pessoa deve saber exatamente a quem prestar contas e sobre quem possui autoridade.

Refere-se à cada cadeia de relações diretas de autoridade de um superior para um subordinado em toda a organização, desde a base até a cúpula, onde geralmente está o diretor principal como autoridade máxima.

e) Princípio da Funções de Linha e de Staff

Deve-se definir, da maneira mais clara possível, não só a quantidade de autoridade atribuída a cada pessoa ou departamento, mas também a natureza dessa autoridade.

Este princípio leva a distinção entre as funções de linha e de staff dentro da empresa.

As funções de linha são aquelas diretamente ligadas aos objetivos principais da empresa.

As funções de staff são aquelas que não se encontram diretamente ligadas àqueles objetivos.

As funções de staff são aqueles comumente chamadas de equipes de apoio.

O critério da distinção é o relacionamento direto ou indireto com os objetivos empresariais e não o grau de importância de uma atividade sobre outra.

Componentes da Organização

1. Tarefas – Divisão do trabalho, provocando a especialização de atividades e de funções.

2. Pessoas – Considera-se as habilidades, aptidões, interesses, experiências e prática e o comportamento de cada pessoa.

3. Órgãos – O trabalho e as pessoas são agrupadas em órgãos. Os órgãos são dispostos em níveis hierárquicos.

A departamentalização é determinada de acordo com os critérios de melhor atendimento aos objetivos empresariais.

4. Relações – Entre as pessoas e o trabalho, relacionamento entre uma pessoa com outras situadas em setores diferentes da empresa, relacionamento informal entre os participantes em situações fora do trabalho, etc.

Cronograma

Normalmente a estrutura organizacional é descrita em forma de organograma.

Como o próprio nome indica, organograma é o gráfico que representa a organização formal de uma empresa, ou seja, a sua estrutura organizacional.

O organograma é uma espécie de diagrama usado para representar as relações hierárquicas dentro de uma organização, ou simplesmente a distribuição dos setores, unidades funcionais e cargos e a comunicação entre eles.

Modelo de Organograma: 

DEPARTAMENTALIZAÇÃO POR FUNÇÃO: As atividades são agrupadas de acordo com as funções da empresa. Pode ser considerado o critério de departamentalização mais usado pelas empresas.

Organização Como Função Administrativa: Conceitos

As organizações constituem organismos vivos, que crescem e se desenvolvem e que precisam ser organizados e estruturados para funcionar melhor.

O papel da organização administrativa é exatamente de alocar, arranjar, agrupar, reunir, dividir o trabalho, especializar, para que as atividades sejam executadas da melhor maneira possível.

 

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

 

Sobre José Sérgio Marcondes

Especialista em Segurança Privada – CES
Consultor em Segurança Privada

2 Comentários

  1. Foi muito útil para eu estudar para a prova, muito obrigada.

Deixe um comentário...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.