Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial: O que é? Como fazer?

Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial

O que é o Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial?

O Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial é uma transcrição oficial das ocorrências e rotinas de um turno de trabalho na segurança patrimonial. Funciona como um resumo fiel e objetivo das ocorrências, atos relevantes, rotina e ordens passadas que aconteceram ou que influenciarão as atividades dos turnos de trabalho.

O Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial deve registrar todas as informações relevantes relativas ao turno de trabalho da segurança patrimonial.

Normalmente, o Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial é lavrada pelo líder da equipe de serviço ou pelo próprio vigilante caso trabalhe só.

O livro de ocorrência da segurança patrimonial é um documento de valor jurídico, por essa razão, deve ser escrito de tal maneira que não possam ser introduzidas modificações posteriores  e com atenção especial ao texto, caligráfica e escrita correta.

Importância do Livro de Ocorrência

  •  É um registro histórico que fornece informações sobre o posto de serviço;
  • Auxilia o vigilante na comunicação e registro de  fatos relevantes sobre seu serviço;
  • Ajuda na divulgação de informações relevantes sobre o serviço sem prejuízo ou distorção de conteúdo;
  • Permite que o  vigilante oficialize algum fato ou comunicado, evitando acusações futuras de omissão;
  • Permite o registro da distribuição do efetivo da segurança patrimonial  nos postos de serviço de acordo com os respectivos horários de trabalho;
  • Serve como meio de consulta para tirar dúvidas sobre orientações passadas;
  • Preserva o registro e a ordem dos acontecimentos;
  • Facilita o controle e administração de material carga (material e equipamentos sob responsabilidade  dos  vigilantes);
  • Auxilia e oficializa a passagem de serviço entre os turnos de trabalho;
  • Serve como meio de pesquisa e prova nos processos de investigação interna;
  • Pode ser utilizado como meio auxiliar de prova em processos judiciais.

Características do Livro de Ocorrência

Como o próprio nome sugere, o livro de ocorrência, deverá  ser  escrito em um livro apropriado para esse  fim, modelo “Livro Registro Ata”.

As folhas do livro de ocorrência da segurança patrimonial deverão ser numeradas tipograficamente.

A numeração das folhas deverá seguir uma sequencia numérica (normalmente numeradas de um (1) a 50 (cinquenta); um (1) a cem (100) ou outras variação julgadas necessárias).

As folhas do livro deverão ser  rubricadas , uma a uma, para atestar que nenhuma folha está faltando.

O livro de ocorrência  deverá ser utilizado especificamente e unicamente para o registro de ocorrência do posto de serviço;

O livro de ocorrência  deverá conter termo de abertura e terno de encerramento.

Termo de  Abertura e Encerramento

O Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial  deverá ter um termo de abertura e um termo de encerramento, o que lhes dá um cunho oficial.

O termo de abertura é feito quando se inicia o livro e o de encerramento quando este está totalmente preenchido ou o posto foi desativado por algum motivo, e pronto para arquivamento.

Os termos de  abertura e de  encerramento, deverão ser feitos e assinados pelo gestor da segurança patrimonial do local.

Exemplos termo de  abertura e enceramento:

TERMO DE ABERTURA

Contém o presente livro (quantidade de folhas) folhas tipograficamente numeradas e rubricadas, e servirá para o Registro de Ocorrências dos turnos de serviço da Segurança Patrimonial do posto de serviço da (nome do estabelecimento) situado a rua ____________,  nº _____, bairro___________ na cidade___________ estado de ___________.

Cidade, mês, ano.

_______________________________

Assinatura Gestor da Segurança Patrimonial

TERMO DE ABERTURA

Contém o presente livro (quantidade de folhas) folhas tipograficamente numeradas e rubricadas, que foi utilizado para o Registro de Ocorrências dos turnos de serviço da Segurança Patrimonial do posto de serviço da (nome do estabelecimento) situado a rua ____________,  nº _____, bairro___________ na cidade___________ estado de ___________. O qual esta sendo encerrado nesta data, tendo como ultima folha  preenchida a de numero …(descrito extensa da numeração), e disponibilizado para arquivamento e consultas posteriores.

 

Cidade, mês, ano.

_______________________________

Assinatura Gestor da Segurança Patrimonial

Conteúdo do Livro de Ocorrência

1. Empresa Prestadora de Serviço:

Espaço dedicado ao nome da  empresa prestadora  dos serviços de segurança, em se tratando de segurança orgânica esse item poderá ser ignorado.

2. Estabelecimento:

Espaço dedicado ao nome do estabelecimento onde o serviço de segurança é prestado.

3. Cidade, dia, mês e ano:

Espaço dedicado a cidade onde fica localizado o estabelecimento e a data do registro dos fatos.

Caçapava, SP, 15 de  abril de 2017.

4. Recebimento do serviço:

Espaço dedicado a formalização e registro do recebimento serviço.

Exemplo: Recebi o serviço do vigilante Pedro, registro 34533, “sem alterações ou com alterações”  – conforme o caso -,  com todas as ordens em vigor.

5. Material Carga:

Espaço dedicado a relação de material existente no posto de serviço e sob responsabilidade do vigilante ou equipe de serviço

Exemplo: colete balístico, rádio HT, lanternas, capas de chuvas etc

6. Veículos:

Espaço dedicado a relação de veículos existente no posto de serviço e sob responsabilidade do vigilante ou equipe de serviço.

É recomendado anotar:

  • Placa do veiculo;
  • km no recebimento do serviço;
  • km na passagem do serviço;
  • Abastecimento realizados dentro do turno de serviço;
  • Alterações no veiculo  se ocorridas  ou identificadas.

7. Armamento:

Espaço dedicado a distribuição das armas dos posto de serviço, onde  deverá ser  associado o  numero do armamento ao registro do vigilante que portará a  arma naquele turno de serviço.

7. Distribuição dos Postos de Serviço:

Espaço dedicado ao registro da distribuição do efetivo da segurança patrimonial nos postos de serviço de acordo com os horário de ocupação.

Normalmente é feito uma tabela contendo o  nome do posto de serviço, o horário (período, exemplo: 14:oo x 15:oo) e registro do vigilante que ocupou o posto.

8. Ocorrências:

Espaço dedicado ao registro de ocorrências e  ordens/orientações passadas no turno de serviço;

O registro  deve  ser feito de forma resumida.

Dependendo  da complexidade e importância da ocorrência, ela também deverá ser registrada em relatório de ocorrência.

Havendo necessidade de confecção de Relatório de Ocorrência, o número e assunto do(s)  relatório(s) deverá(ão) ser registrado(s) nesse campo.

Caso não tenha ocorrido nada coloque apenas “Nada houve a registrar”.

9. Passagem do Serviço:

Espaço dedicado a formalização e registro da passagem do serviço.

Exemplo:  Passei o serviço ao vigilante Pedro, registro 34533, “sem alterações ou com alterações”  – conforme o caso -, com todas as ordens em vigor.

10. Cidade/Data/ Assinatura

Espaço dedicado ao local, data e assinatura do fechamento do livro de  ocorrência.

Deverá ter dois campos de assinatura  no final do registro das ocorrências, um destinado ao vigilante que confeccionou o livro de ocorrência e que fará a passagem do serviço e outro destinado ao vigilante que receberá o serviço.

O vigilante que passa o serviço e o  vigilante que recebe o  serviço, deverão  assinar  o livro no ato da passagem de serviço.

Como Escrever o Livro de Ocorrência

O conteúdo do livro de ocorrência dependerá das características e particularidades  do posto de serviço e da atividades desenvolvidas  no estabelecimento.

O Livro de Ocorrência deverá ser redigido de tal forma que dificulte qualquer modificação posterior.

A escrita deverá ser clara, objetiva, sucinta e de fácil  leitura e entendimento.

A caligráfica não precisa ser bonita ou desenhada, porém, deverá ser de fácil entendimento, de forma a se evitar duvidas ou equívocos sobre o escrito.

Erros na escrita

Em caso de erro no preenchimento do  livro  de ocorrência, deverá ser  empregada a expressão retificativa “digo ou leia-se”, como nos exemplos abaixo:

Exemplo  – O uso do digo:
“A sala 23 deve permanecer aberta , digo,  a sala 24.”

Exemplo – do uso do leia-se:
“Ressalva: onde se lê sala 23, leia-se sala 24.”

Quando se constatar erro ou omissão depois do encerramento do livro, usa-se a expressão “em tempo” logo abaixo do encerramento do livro:

Exemplo:  “Em tempo: Na linha vinte, página vinte e  dois, onde se lê março, leia-se abril”.

Regras Gerais

  • O livro de ocorrência deve ser considerado um documento sigiloso e de  acesso restrito as partes interessadas e autorizadas;
  • O livro de ocorrência deve ser considerado um documento oficial e de valor jurídico, que requer cuidados no seu uso e guarda;
  • O livro de ocorrência deve ser escrito com caneta esferográfica azul ou preta;
  • Não deve haver rasuras, folhas rasgadas, folhas arrancadas, uso de canetas marca texto, manchas ou emendas;
  • Não deve ser utilizado nenhum tipo de corretivo;
  • Não deve ser pulado linhas ou folhas;
  • Não devem ser anotados recados ou fatos particulares dos colaboradores que trabalham no local.

➡  Deixe seu comentário logo abaixo, de sua opinião e contribua com o artigo.

➡  Se gostou, curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais.

As atitudes acima (comentar, curtir e compartilhar) nos ajudam a manter o Blog e a continuar as publicações de artigos de forma gratuita para todos.  😆

Forte abraço e sucesso na sua vida e carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo


 

Cadastre-se gratuitamente e receba notificações sobre novas publicações. Junte-se aos mais de 10.000 inscritos.

Site Seguro e 100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

24 Comentários

  1. Eliel REzende Ernesto disse:

    Com certeza o livro de ocorrência do vigilante e uma fundamental ferramenta em favor dos vigilantes. Pena que uma boa parte dos vigilantes não tem coragem de escrever as informações e ate mesmo uma reclamação do seu local de trabalho uma sugestão uma falha na sua área de trabalho , Mais interessante e que não e só o vigilante infelizmente alguns supervisores que quando vai no posto de serviço e nem olha o livro de ocorrência e alguns quando olha ainda reclama do vigiante ter colocado as informações .Costumo dizer que o livro e uma defesa do vigilante.

    • José Sérgio Marcondes disse:

      Olá Eliel Rezende Ernestor!
      O livro de ocorrência é uma das ferramentas de trabalho do vigilante, e o mesmo deveria ser incentivado a relatar as ocorrências, para que as mesmas pudessem ser solucionadas.
      É obrigação do supervisor de segurança patrimonial, visitar os postos de serviço e ler o livro de ocorrência, e deve dar um visto em cada folha que leu, e anotar as ocorrências relevantes para tomada de medidas necessárias.
      Obrigado pelo seu comentário.
      Forte abraço e sucesso na sua carreira!

  2. Jorge Tadeu Aguilar disse:

    Eu concordo com Eliel , o livro de ocorrência fundamental no Posto de serviços se tratando numa ocorrência a onde se faz necessário abertura e fechamento do Posto ,bem anotações das ocorrências , eu sempre atue no Operacional, e tinha por obrigações a fiscalização do Livro de Ocorrência , quando na passagem pelo Posto., é pena dizer mais hoje poderia evitar diversos problemas em relação o fato alguns Colegas nem se preocupar em olha o livro de ocorrência ,e ainda querer criticar ou reclamar do Vigilante ou Porteiro , acho que algo deve ser feito pela empresa na nessa questão.

  3. Valmir Belarmino de Oliveira disse:

    Verdade , é muito comum nos postos você encontrar o livro rasurado,marca texto e corretivo. Você instrui o vigilante e conscientiza da importância do livro ,mas é uma missão difícil. Peguei vários livros com trocas de ofensas entre os colaboradores. Em todos casos foram advertidos e corrigidos.

  4. Marcio disse:

    O preenchimento do livro de ocorrência dentro da norma da segurança é essencial para se prevenir contra qualquer tipo de omissão ????

  5. eugeniosilva disse:

    o livro de ocorrèncias,é de total importançia para a segurança patrimonial,

  6. jackson disse:

    O livro de Ocorrência pode ser digitalizado e colado no livro de ocorrência, onde o vigilante da um visto que esta passando e repassando o posto? Pois sei que o livro não pode ser escrito com caneta vermelha, verde ou outras cores que não preta ou azul.

    • José Sérgio Marcondes disse:

      Olá Jackson!
      Não ha nada que proíba esse procedimento, o importante é que a integridade e credibilidade do conteúdo sejam preservados. O motivo de se restringir o uso de cores no livro é impedir excessos e banalização do seu conteúdo.
      Forte abraço e sucesso.

  7. Paula disse:

    Boa tarde!
    Há alguma legislação que trate a respeito do livro de ocorrência. O livro de ocorrência de uma agência bancária fica em posse da empresa ou do banco?

    • José Sérgio Marcondes disse:

      Olá Paula.
      Não há legislação que trate do livro de ocorrência. A confecção e gestão do livro de ocorrência esta diretamente ligado a cultura administrativa de cada organização.
      A posse do livro de ocorrência depende da negociação estabelecida entre os prestador de serviço e seu cliente, no caso a agencia bancária.
      Forte abraço e sucesso.

  8. Jordana disse:

    obrigada pelas informaçoes muito uteis…

  9. Albino Santana de Jesus disse:

    Muito importante!

  10. Ivaldina disse:

    Boa tarde! Gostaria de saber se na abertura do livro de ocorrência temos que obrigatoriamente colocar a expressão “Temo de Abertura” e se posso fazer digitado e depois colar no livro?

    • José Sérgio Marcondes disse:

      Olá Ivaldina!
      Não existe uma regra especifica para o livro de ocorrência, que existe são modelos e sugestões.
      As regras de confecção do livro de ocorrência são estipuladas pela empresa contratante.
      Sim pode ser digitado, porém ao invés de colar no livro, sugiro que seja arquivado numa pasta.
      Obrigado pelo seu comentário, forte abraço e sucesso.

  11. Jeziel de Souza Pontes disse:

    Boa tarde.
    Tenho absorvido os comentários,as informações,orientações e atualizações da área da segurança privada e obtido melhor visão do assunto com as postagens feitas nesse blog.Como estou buscando recolocação no mercado de trabalho o blog tem me ajudado muito na hora de preencher fichas e nas entrevistas. Parabéns.

    • José Sérgio Marcondes disse:

      Olá Jeziel!
      Fico muito feliz em saber que os artigos do Blog estão sendo úteis pra você.
      Forte abraço e sucesso ma sua carreira.

  12. Haroldo Cesar Flauzino disse:

    Bom dia,lamentavelmente são poucos os profissionais de segurança com capacidade para produção de um registro de ocorrência,encontra se muitas linhas escritas sem uma sequencia logica dos acontecimentos.

    • José Sérgio Marcondes disse:

      Olá Haroldo!
      Você tem razão, o registro de ocorrência deve ser simples e objetivo.
      Obrigado pelo seu comentário.
      Forte abraço e sucesso.