Home / Gestão de Processos Segurança / Folha de Verificação como Ferramenta da Qualidade

Folha de Verificação como Ferramenta da Qualidade

Folha de VerificaçãoConceito de Folha de Verificação

Folha de Verificação são formulários planejados nos quais os dados coletados são preenchidos de forma fácil e concisa.

Registram os dados dos itens a serem verificados, permitindo uma rápida percepção da realidade e uma imediata interpretação da situação, ajudando a diminuir erros e confusões.

As folhas de verificação podem apresentar-se de vários tipos para:

  • Distribuição do Processo de Produção;
  • Verificação de Itens Defeituosos;
  • Localização de Defeito;
  • Causas de Defeitos.

Distribuição do Processo de Produção

É usado quando se quer coletar dados de amostras de produção.

Lançam-se os dados em um histograma para analisar a distribuição do processo de produção, coletam-se os dados, calcula-se a média e constrói-se uma tabela de distribuição de freqüência.

Na medida em que os dados são coletados são comparados com as especificações.

Os dados coletados para este tipo de folha de verificação não podem ser interrompidos.

Este tipo de folha de verificação é aplicado quando queremos conhecer a variação nas dimensões de certo tipo de peça. Exemplo: Espessura da peça após prensada no processo cerâmico.

Verificação de Itens Defeituosos

Este tipo é usado quando queremos saber quais os tipos de defeitos mais freqüentes e números de vezes causados por cada motivo.

Exemplo: Numa peça de azulejo, os tipos de defeitos após o produto acabado.

Localização de Defeito

É usada para localizar defeitos externos, tais como: mancha, sujeira, riscos, pintas, e outros.

Geralmente esse tipo de lista de verificação tem um desenho do item a ser verificado, na qual é assinalado o local e a forma de ocorrência dos defeitos. Exemplo: Bolha estourada na superfície do vidrado, nas peças cerâmicas. Esta folha nos mostra o local onde mais aparece o tipo da bolha.

Esse tipo de folha de verificação é uma importante ferramenta para a análise do processo, pois nos conduz para onde e como ocorre o defeito.

Causas de Defeitos

Este tipo é usado para investigar as causas dos defeitos, sendo que os dados relativos à causa e os dados relativos aos defeitos são colocados de tal forma que torna-se clara a relação entre as causas e efeitos.

Posteriormente os dados são analisados através da estratificação de causas ou do diagrama de dispersão.

Utilização das Folhas de Verificação

Essas folhas de verificação são ferramentas que questionam o processo e são relevantes para alcançar a qualidade.

São usadas para:

  • Tornar os dados fáceis de obter e de utilizar-se;
  • Dispor os dados de uma forma mais organizada;
  • Verificar a distribuição do processo de produção: coleta de dados de amostra da produção;
  • Verificar itens defeituosos: saber o tipo de defeito e sua percentagem;
  • Verificar a localização de defeito: mostrar o local e a forma de ocorrência dos defeitos;
  • Verificar as causas dos defeitos;
  • Fazer uma comparação dos limites de especificação;
  • Investigar aspectos do defeito: trinca, mancha, e outros;
  • Obter dados da amostra da produção;
  • Determinar o turno, dia, hora, mês e ano, período em que ocorre o problema;
  • Criar várias ferramentas, tais como: diagrama de Pareto, diagrama de dispersão, diagrama de controle, histograma, etc.

Pré-requisitos para Construção da Folha de Verificação

  • Identificar claramente o objetivo da coleta de dados: quais são e os mais importante defeitos;
  • Decidir como coletar os dados: como serão coletados os dados? Quem irá coletar dados? Quando serão coletados os dados? Qual o método será utilizado para coleta dados?
  •  Estipular a quantidade de dados que serão coletados: tamanho da amostra;
  •  Coletar os dados dentro de um tempo específico: decidir o tipo de folha de verificação ser usada, decidir se usar número, valores ou símbolos, fazer um modelo da folha verificação.

Como fazer Folha de Verificação

  • Elaborar um tipo de folha de verificação de forma estruturada adequada a ser analisa que permite um fácil preenchimento;
  • Definir a quantidade e o tamanho da amostra dos dados;
  • Definir onde será feita a coleta dos dados;
  • Determinar a freqüência com que serão coletados os dados (diário, semanal, ou mensal);
  • Escolher quem deverá coletar os dados;
  • Através da folha de verificação realizar a coleta dentro do planejado.
Folha de Verificação
TIPO  DEFEITOVERIFICAÇÃOTOTAL
Trinca ///// ///// /////15
Risco ///// ///// ///// ///// ///// /////30
Mancha //// /////10
Folga ///// ///// ////////// ///////27
TOTAL 90

Vantagens 

  • A obtenção do fato é registrado no momento que ocorre;
  • Essa situação facilita a identificação da causa junto ao problema;
  • A atividade é muito simples de aplicar, bastando apenas pouca concentração.

Relação com outros ferramentas da qualidade 

Relaciona-se com a maioria das ferramentas, pois é um passo básico, onde vamos encontrar as
informações, principalmente para determinar a causa, especificação extensão, onde e quando
ocorre o problema.

Relaciona-se com o brainstorming, diagrama de causa e efeito para elaborar as atividades e a
forma da coleta de dados.

 

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

 

Sobre José Sérgio Marcondes

Especialista em Segurança Privada – CES
Consultor em Segurança Privada

2 Comentários

  1. material de facil aprendizado muito util para alguem assim como eu que nunca tinha visto nem ouvido falar das ferramentas de gestão

Deixe um comentário...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.