Estratégia de Gestão da Segurança Patrimonial- Princípios e Diretrizes

Estratégia de Gestão da Segurança Patrimonial- Princípios e DiretrizesEstratégia de Gestão da Segurança Patrimonial refece-se ao planejamento, plano, método, manobras ou estratagemas utilizados pelo gestor da segurança para alcançar os objetivos e metas propostos para segurança patrimonial de uma organização.

Estratégia de Gestão da Segurança Patrimonial

O gestor de segurança deve estabelecer uma estratégia de gestão da segurança patrimonial que facilite e contribua para que a segurança patrimonial atinja seus objetivos.

A seguir alguns princípios e diretrizes para a Estratégia de Gestão da Segurança Patrimonial de uma organização.

Política de Gestão da Segurança Patrimonial

A Segurança Patrimonial, através de custos adequados, deve direcionar recursos de segurança compatíveis com os riscos identificados e analisados, buscando justificar seus investimentos

Objetivo da Segurança Patrimonial

A Segurança Patrimonial visa a proteção dos ativos (pessoas, instalações, produtos, finanças e informações), através da eliminação ou neutralização dos fatores de risco existentes.

Estratégia de trabalho

Desenvolver “parcerias” com as gerências e setores da organização, para juntos, de acordo com os respectivos conhecimentos, recursos e responsabilidades, estudar e propor medidas preventivas e educativas com intuito de eliminar ou controlar os riscos existentes na sua origem.

Princípios Básicos da Segurança Patrimonial

  • Segurança é prevenção;
  •  Segurança completa só é possível por meio de treinamento, conscientização e responsabilidade compartilhada;
  • Investimento em segurança deve estar atrelado a análise de risco e a relação custo x benefício dos meios a serem empregados;
  • As medidas de segurança não devem impedir a atividade normal da organização.

Segurança das pessoas

Atividades a serem desenvolvidas visando garantir a integridade de todos os níveis de colaboradores da empresa e dos respectivos clientes e visitantes, adotando-se atividades distintas conforme o caso.

Para atingir esse fim, a Segurança Patrimonial deve desenvolver as atividades a seguir:

  •  Palestras e informações sobre cuidados relacionadas a segurança pessoal;
  • Projeto de segurança pessoal para visitantes;
  •  E outras medidas de rotina (controle de acesso, vigilância ostensiva, atendimento de emergência médica e combate a incêndio).

 Proteção do Patrimônio

Atividades desenvolvidas para garantir a salvaguarda do patrimônio físico e/ou financeiro da empresa ou de seus colaboradores contra roubos, furtos e outros tipos de sinistros.

Para atingir esse fim, o Setor de Segurança Patrimonial deve desenvolver as atividades a seguir:

  • Levantamento e Análise de Riscos;
  • Projetos e planos de segurança;
  • Implantação de Sistemas Integrados de Segurança – recursos humanos, tecnológicos e normativos;
  •  Divulgar práticas de segurança, por meio de palestras, reuniões e etc.;
  • Plano de Gestão de crises  (greves, furtos, roubos, acidentes, e etc.);
  • Medidas de rotina (controle de acesso, vigilância ostensiva e combate a incêndio).
  • Ações de Proteção da Informação Empresarial Sensível.

Segurança da Informação

Segurança da Informação, atividade visando garantir a segurança de todos os sistemas, processos e pessoas que administrem informação física e tecnológica sensível de propriedade da empresa.

Para atingir esse fim a Segurança Patrimonial deve desenvolver as atividades a seguir:

  • Participação no processo de seleção por meio da busca de antecedentes pessoais;
  • Palestras para divulgação de metodologias de proteção da informação empresarial sensível e conscientização de responsabilidades;
  • Fiscalização física do trânsito de informações sensíveis nos pontos de acesso da organização;
  • Segurança física de locais e pessoas detentoras de informações sensíveis;
  • Fiscalização do comprimento dos procedimentos internos relacionados a informações;
  • Sindicância em casos de suspeitas de vazamento de informações.

Metas Segurança Patrimonial

  • ­ Conscientização dos colaboradores sobre suas responsabilidades de segurança;
  • Manter em 100% o índice de identificação de pessoas com acesso a instalação;
  • Manter em 100% o índice de documentos e materiais vistoriados nos pontos de acessos;
  • Controlar 100% do perímetro da empresa;
  • Manter em 100% o índice de atendimento de emergência;
  • Obter 100% de conformidade na comunicação interdepartamental;
  • Reduzir em 0% o número de ocorrências no controle de acesso (parada de processo por erros administrativos);
  • Elevar o nível de satisfação dos usuários dos serviços da segurança patrimonial;

➡  Deixe seu comentário logo abaixo, de sua opinião e contribua com o artigo.

➡  Se gostou, curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais.

As atitudes acima (comentar, curtir e compartilhar) nos ajudam a manter o Blog e a continuar as publicações de artigos de forma gratuita para todos.  😆

Forte abraço e sucesso na sua vida e carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo


 

Cadastre-se gratuitamente e receba notificações sobre novas publicações. Junte-se aos mais de 10.000 inscritos.

Site Seguro e 100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

4 Comentários

  1. Haroni Sarmento de Paula disse:

    Parabéns,diária mente visito o blog,estou cursando gestão de segurança privada, atuo na área a seis anos,e sei que tem muita coisa a melhorar estou aprimorando meus conhecimentos cada dia com seus artigos! Que Deus abençoe!

  2. Laércio Teixeira dos Santos disse:

    Excelente material. Estou em estudo para montar uma empresa para prestação de serviços de vigilância, mas minha experiência profissional foi como supervisor em uma empresa que terceirizou a patrimonial. Você pode dar alguma dica para o início?