Home / Conceitos Segurança Privada / Conceito de Segurança Empresarial, Definições e Funcionamento

Conceito de Segurança Empresarial, Definições e Funcionamento

Conceito de Segurança Empresarial, Definições e ObjetivosConceito de Segurança Empresarial

O conceito de segurança empresarial pode ser definido como, um conjunto de medidas destinadas a proteger os ativos tangíveis e intangíveis de uma Empresa, contra ameaças decorrentes de ações intencionais ou acidentais,  visando garantir a continuidade dos negócios da Empresa.

Ativo é qualquer pessoa, objeto, edificação, material, informação ou atividade com valor positivo para  empresa ou negócio.

Ativos tangíveis da empresa são os bens de propriedade da empresa que são concretos, que podem ser tocados. São as pessoas, os imóveis, as máquinas, os estoques, etc. (capital físico e financeiro).

Ativos intangíveis são as propriedades da empresa difíceis de se ver, de se tocar, mas que se percebe: são suas marcas, imagem, sua estratégia, seus valores e princípios morais etc.

Conceito de segurança empresarial segundo Mina:  “Conjunto de medidas de prevenção e de execução que visa assegurar a integridade física e moral das pessoas e a proteção do patrimônio da empresa, eliminando e reduzindo os riscos, presentes e potenciais”. (MINA, 2000, p. 150)

Abrangência da Segurança Empresarial

A segurança empresarial abrange diversas ramificações da segurança e envolve vários setores de uma empresa.

Alguns profissionais, usam o termo segurança empresarial como sinônimo da segurança patrimonial ou da segurança do trabalho.

Porém,  o conceito de segurança empresarial refere se a segurança total da empresa, engloba os diversos seguimentos de segurança necessários para o bom funcionamento de uma empresa, sua sobrevivência e sucesso no seu mercado de atuação.

O conceito de segurança empresarial  é algo amplo e visa a segurança da empresa como um todo.

O conceito de segurança empresarial abrange a segurança e saúde das pessoas, a segurança da informação empresarial sensível, a segurança do patrimônio da empresa e o comportamento ético da Empresa e de seus  colaboradores no seu ramos de atuação.

 O conceito de segurança empresarial envolve diversas áreas da empresa, as mais comuns são: Segurança Patrimonial, Segurança do Trabalho, Tecnologia da  Informação e  etc

Segurança Patrimonial

Segurança Patrimonial é um conjunto de medidas e práticas de segurança privada, capazes de gerar um estado no qual, o patrimônio de uma organização esteja livre de danos, interferências e perturbações, com a finalidade de garantir a incolumidade física das pessoas e a integridade do patrimônio.

Segurança do Trabalho

Segurança do Trabalho é definido como um conjunto de normas, ações e medidas preventivas destinadas à melhora dos ambientes de trabalho e a prevenção de doenças ocupacionais  e  acidentes do trabalho.

Tecnologia da Informação (TI)

Tecnologia da Informação (TI) como o conjunto de todas as atividades e soluções providas por recursos de computação que visam a produção, o armazenamento, a transmissão, o acesso, a segurança e o uso das informações contidas ou manipuladas em meios computacionais.

Nas empresas, a TI é a área responsável pela gestão das informações contidas em meios tecnológicos e a responsável pela Segurança da Tecnologia da informação  ou Segurança Lógica.

 

Riscos a Segurança Empresarial 

As empresas, de acordo com seus mercados de atuação, estão sujeitas a diversas ameaças relacionadas às suas atividades.

De uma forma geral, podemos dizer que uma organização empresarial está exposta, entre outros, aos seguintes riscos:

  1.  Incêndios;
  2.  Furtos, internos ou externos;
  3.  Assaltos, que podem inclusive por em risco a vida de funcionários e dirigentes;
  4. Atos de espionagem e concorrência desleal;
  5.  Acesso não autorizada em sistemas informatizados;
  6. Atos de terrorismo;
  7. Espionagem, sabotagem e chantagem;
  8. Greves e paralisações provocadas intencionalmente;
  9. Alcoolismo e drogas no ambiente de trabalho;
  10. Contaminações;
  11. Acidentes e doenças ocupacionais;
  12. Acidentes  e contaminações relacioanados ao meio ambiente;
  13. Sequestros;
  14. Etc.

Importância da Segurança Empresarial

Henri Fayol, criador da Teoria Clássica da Administração, em sua obra “Administração Industrial e Geral”, publicada pela primeira vez no ano de 1916, em Paris, enumerou seis funções “essenciais” dentro de uma empresa e dentre elas  está a segurança.

Segundo Henri Fayol, a missão da segurança é:

“Proteger os bens e as pessoas contra roubo, incêndio e a inundação. Evitar greves, atentados, em geral, todos os obstáculos de ordem social que possam comprometer o progresso e mesmo a vida da empresa”.

Atualmente, a segurança empresarial tem sido considerada cada vez mais importante para as as empresas, tornado se uma vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes.

Vantagens:

  • Propicia integração e cooperação entre as diversas  áreas  de segurança, que tem a segurança como objetivo de atuação;
  • Economia com a eliminação ou integração de atividades similares;
  • Minimização de gastos e maximização do resultados;
  • Melhor aproveitamento e uso dos recursos de segurança adquiridos;
  • Compartilhamento e disseminação do conhecimento e informações sobre segurança;
  • Fortalecimento da imagem empresarial no mercado de atuação;
  • Melhoria organizacional;
  •  Minimização de fatores de risco;
  •  Maior conscientização das partes interessadas;
  • Atuação pró-ativa, evitando-se danos e perdas;

 Comitê de Segurança Empresarial

O Comitê de Segurança Empresarial refere a um grupo de pessoas, de dentro da empresa, criado e mantido com a função de integrar e coordenar as atividades das diversas áreas da empresa, no que se refere a segurança da organização, com  o objetivo de minimizar gastos e riscos  e maximizar os resultados e a segurança da empresa.

O Comitê de Segurança Empresarial tem como finalidade estabelecer políticas e diretrizes para o funcionamento da segurança empresarial.

Deve ser composto por representante da segurança patrimonial, segurança do trabalho, Tecnologia da Informação, e outras áreas que forem consideradas fundamentais para a segurança da empresa.

O O Comitê de Segurança Empresarial  deve  reunir-se mensalmente, com o objetivo de acompanhar o andamento das ações relativas à segurança, e extraordinariamente, por solicitação de qualquer de seus membros para tratar de assuntos pontuais.

As reuniões devem ser  lavradas em atas de reuniões apropriadas, a fim de documentar as decisões proveniente da reunião.

As reuniões  deverão ser pautas e preparadas em consonância com as matérias encaminhadas pelos membros do Comitê.

Por iniciativa  dos membros do Comitê, poderão ser convidadas a participar das reuniões pessoas que não façam parte diretamente do Comitê, más que possam contribuir para o esclarecimento das matérias a serem discutidas.

Competências básicas do Comitê:

  1.  implementar , acompanhar, avaliar e propor alterações da Política de Segurança Empresarial;
  2. Formular propostas normativas e procedimentos complementares à politicas de segurança empresarial;
  3. Supervisionar e coordenar as ações de Segurança Empresarial no âmbito da Empresa;
  4. Propor a adoção de medidas corretivas, as adequações normativas e procedimentais necessárias a prevenção de situações de vulnerabilidade à  Segurança ;
  5. Instituir Equipe de Tratamento e Resposta a Incidentes de segurança;
  6. Propor o conhecimento das práticas mais modernas e adequadas à segurança empresarial, bem como compartilhar informações sobre novas tecnologias, produtos, ameaças, vulnerabilidades, gerenciamento de risco, políticas de segurança e outras atividades relativas à segurança ;
  7. Interagir com o  as áreas de segurança , buscando a melhor forma de conjugação de esforços sobre matérias de mútuo interesse;
  8. Propor e criar Grupos Técnicos de Trabalho para análise e manifestação sobre temas específicos.

 

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

Sobre José Sérgio Marcondes

Especialista em Segurança Privada – CES
Consultor em Segurança Privada

6 Comentários

  1. Parabens pela materia,agrega muito ….

  2. Prezado consultor José Sérgio, este material didático é excelente. E aproveito a oportunidade para expor uma prática vivencial que nos permite dizer que o termo empresarial conota naturalmente a ideia de empresa numa visão geral, e é verdade, sendo que algumas instituições dentro dos seus organogramas elaboram a sua segurança corporativa em dois departamentos distintos, que pessoalmente considero funcionais, gerenciados independentemente, interagindo entre si, todos subordinados a uma mesma gerência executiva, e cada gerência, sendo elas: Segurança empresarial e segurança patrimonial operacionalizam e administram suas atividades alinhadas com a atividade-fim da empresa. E exemplifico ainda dizendo que as duas gerências aqui citadas possuem seus processos individuais com geração de dados decorrentes da especificidade da área em si, ocasionado também um sistema interno de segurança do próprio setor que vai abranger as demais áreas (Tecnologia da informação, segurança do trabalho, governança corporativa, etc.) que na sua totalidade irão compor o plano de segurança corporativa da instituição. Cabe destacar que a gerência executiva de segurança empresarial também possui dentro do seu contexto a missão de buscar para a organização as parcerias com as autoridades de segurança pública: Federal, estadual e municipal, mas, a segurança corporativa só está blindada quando TODOS os seus empregados possuem o conhecimento do plano de segurança na sua esfera de atuação e sabem das suas responsabilidades com os termos que compõem o plano de segurança da organização. Que Deus nos abençoe.

    • José Sérgio Marcondes

      Olá Antonio Carlos!
      Obrigado pelo seu comentário, muito agregador, que com certeza irá enriquecer o artigo.
      Forte abraço e sucesso na sua carreira!

  3. claudio leite de siqueira

    Parabéns Marcondes, pela edição do material! Muito importante vc disponibilizar vosso conhecimento junto ao publico e com certeza, vai agregar muito aos profissionais da área.

    Forte abraço…

Deixe um comentário...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.