Como agem ladrões, assaltantes, invasor de condomínio residencial

Como agem ladrões, assaltantes, invasor de condomínio residencialEntender como agem ladrões, assaltantes, invasor de condomínio residencial e conhecer seus “Modus Operandi”, é fundamental para o planejamento da segurança do condomínio.

Os infratores da lei atualmente têm utilizado os mais diversos “Modus Operandi”  para entrar nos condomínios.

Estudos mostram que em 90% das ocorrências de roubo em condomínios, os assaltantes entraram pela porta da frente do condomínio.

[ads1]

De alguma forma burlaram ou violaram o sistema de segurança montado, ludibriando principalmente o segurança de serviço.

O plano de segurança do condomínio deve prever treinamentos para os profissionais da segurança a fim de mante-los inteirados sobre a forma de atuação dos criminosas e as melhoras praticas preventivas de segurança.

Como agem ladrões, assaltantes, invasor de condomínio residencial

A seguir alguns exemplos de Modus Operandi (forma de agir) dos invasores de condomínio.

  • Saltando os muros e cercas em locais vulneráveis e fora da visibilidade do porteiro ou vigilantes;
  • Como “passageiros” de veículos de entrega que entram no condomínio;
  • Pelo portão de serviço vestido de prestadores de serviço (eletricistas, encanadores, entregadores de pizza e encomendasetc.);
  • Iludindo o segurança de forma que este permita que o ladrão entre pelo portão principal ou acesso de pedestres;
  • Passando-se por comprador de imóvel, ludibriando o segurança, sob a alegação de ter que olhar, para uma avaliação;
  • Acompanhado de uma mulher bonita a fim de distrair a atenção do porteiro para persuadi-lo a abrir o portão;
  • Pela portão principal, acompanhando um morador que entra a pé ou dirigindo um veículo, ameaçado pelo assaltante;
  • Tocando a buzina ou piscando os faróis do veículo defronte o portão para que o segurança abra inocentemente;
  • Pelo portão da garagem quando este permanece aberto durante a entrada ou saída de veículos;
  • Dizendo que veio buscar uma TV, carro, sofá, etc., do morador, exibindo, até mesmo, bilhete e telefone do condômino para verificação;
  • Como morador do próprio condomínio (normalmente adolescente) ou mesmo como empregado;
  • Passando-se por amigo de moradores ou ainda dizendo-se vizinho a fim de acompanhar o condômino e enganar o porteiro;
  • Apresentando-se como entregador de cesta de café da manhã, flores, encomendas em geral;
  • Apresentando-se como Funcionários Públicos, querendo forçar a entrada no condomínio sem se identificar;
  • Por ação violenta de surpresa, com quadrilhas especializadas em tais delitos.

Situações que levantam suspeitas:

Dando seguimento nas dicas de como agem ladrões, assaltantes, invasor de condomínio residencial, verificaremos, a seguir, situações em que as pessoas podem estar em atitude suspeita e que demandam observação minuciosa por parte dos seguranças.

Atitudes e comportamentos aparentemente inofensivos, muitas das vezes escondem riscos e ameaças para Segurança de Condomínio.

  • Pessoas paradas estranhamente na rua, lendo jornal ou andando vagarosamente próximas ao condomínio;
  • Indivíduos que permaneçam parados em ponto de ônibus, sem tomar nenhum deles;
  • Pessoas que demonstrem nervosismo sem motivo aparente;
  • Mendigos ou vendedores-ambulantes estranhos ao local;
  • Indivíduos fazendo aparentes consertos demorados em automóveis próximos à entrada do condomínio;
  • Pessoa que preste muita atenção ao condomínio, observando principalmente sua portaria;
  • Pessoas que passem lentamente, por várias vezes, em frente do condomínio como se estivessem observando a rotina da portaria.
  • Indivíduos que demonstrem muito interesse pelo sistema de segurança do condomínio;
  • Indivíduos com roupa de inverno (pesadas) em tempo quente;
  • Pessoas usando possíveis disfarces, tais como peruca, barba, bigode, óculos escuros em dia sem sol;
  • Técnicos não solicitados (telefone, eletricistas, gás, eletrodomésticos, serviços gerais, etc.);
  • Vendedores, pedintes, pregadores religiosos que insistam em entrar no condomínio ou que solicitem a presença de moradores à portaria;
  • Motoristas ou motoqueiros que se aproximem exageradamente de moradores quando estiverem adentrando ao condomínio;
  • Veículos estacionados nas imediações do condomínio por muito tempo, com pessoas em seu interior, principalmente à noite;
  • Telefonemas de pessoas estranhas que solicitam informações confidenciais e pessoais de moradores ou de funcionários;
  • Pessoas que resistam quando lhes é solicitado algum documento de identidade na portaria do condomínio;
  • Pessoas na rua simulando acidentes e que pedem socorro, solicitando, inclusive, para entrar no condomínio, a fim de ligar para os órgãos de emergência;
  • Entregadores de pizzas, flores, refeições, etc., e mesmo de encomendas;

Conclusão

É de extrema importância que a segurança do condomínio tenha noção de como agem ladrões, assaltantes, invasor de condomínio residencial.

Desta forma aumenta se as possibilidades de possíveis ameças a segurança do condomínio serem percebidas de forma antecipada.

A antecipação as ameças permite o acionamento dos órgãos de segurança pública em tempo hábil para o impedimento da ação criminosa.

 

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

[ads2]

Cadastre-se gratuitamente e receba notificações sobre novas publicações. Junte-se aos mais de 10.000 inscritos.

Site Seguro e 100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário...

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

4 Comentários

  1. Fábio disse:

    Muito bom o artigo, Marcondes. Penso que o criminoso atua onde tiver uma oportunidade conjugada com extrema facilidade. Devemos ficar sempre atentos a essa questões…

    • José Sérgio Marcondes disse:

      Olá Fábio!

      Obrigado pelo comentário!
      Sim com certeza o criminoso age onde for mais fácil e comodo para ele, entre os vários alvos potenciais, ele escolhe aquele que aparente mais fraqueza e possibilidades de sucesso no ponto de vista dele.
      Forte abraço e sucesso na carreira!

  2. Carlos Gomes disse:

    Olá, boa tarde, faço gestão em segurança privada e trabalha na área, gostaria de saber se você poderia me disponibilizar essa matéria, para servir de orientação e informação para o pessoal aqui?